Embaixada de Portugal em Estocolmo - Suécia

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home
Destaques


Print

Stockholm Consular Newsletter

The Stockholm Consular Newsletter was released today. This is an initiative of the Embassy of Portugal with the participation of the Swedish Ministry for Foreign Affairs, the Representation of the European Commission in Sweden and the Embassies of EU Member States in Stockholm (both resident and non resident). The main goal is to provide consular information, as well as to promote other activities taking place during the first semester of 2015. The next edition will be coordinated by the Embassy of Ireland.

The newsletter can be found here.

 
Print
There are no translations available.

armas portugal  

Recenseamento Eleitoral

As operações de inscrição no recenseamento eleitoral decorrem a todo o tempo, sendo apenas suspensas 60 dias antes de cada eleição ou referendo, e até à sua realização, podendo, no entanto, estipula a lei, ainda inscrever-se até ao 55.° dia anterior ao dia da votação os cidadãos que completem 18 anos até ao dia da eleição ou referendo.

O ato será presencial e deverá, desse modo, ser realizado na Secção Consular desta Embaixada (Narvavägen 30, 2º andar, em Estocolmo) ou junto do Consulado Honorário de Portugal em Gotemburgo (Kungsportsavenyen 2, Gotemburgo), nos horários de atendimento ao público mencionados na nossa página de Internet www.embassyportugal.se.

A identificação é feita pela apresentação do Cartão de Cidadão ou do Bilhete de Identidade e a residência certificada com esse documento ou com o título de residência emitido pelas autoridades suecas. Eventuais questões encontram igualmente resposta na página consular desta Embaixada no portal www.secomunidades.pt.

Todos os cidadãos portugueses maiores de 17 anos têm o direito, mas também o dever, de promover o seu recenseamento eleitoral, bem como de verificar se estão inscritos e, em caso de erro ou omissão, de requerer a respetiva retificação.

Carta do Encarregado de Negócios a.i.

 
Print
There are no translations available.

premio_diaspora_portuguesa  

Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa e Concurso IOP - Ideias de Origem Portuguesa

A Fundação Calouste Gulbenkian e a COTEC Portugal lançaram uma nova edição do FAZ - Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa, que pretende aproximar a diáspora portuguesa do seu país. Através desta iniciativa, as duas entidades promovem a 8ª edição do "Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa" e a 4ª edição do "Concurso Ideias de Origem Portuguesa"

Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa: 

O prémio é promovido pela COTEC Portugal, contando com o alto patrocínio do Presidente da República, e pretende distinguir publicamente portugueses que se tenham destacado pelo seu papel empreendedor e inovador no meio empresarial, mas também a nível social e cultural nos respetivos países de acolhimento.


As candidaturas decorrem até ao próximo dia 31 de março e devem ser submetidas através do site www.cotec.pt/diaspora

 

Concurso IOP - Ideias de Origem Portuguesa

O concurso é promovido pela Fundação Calouste Gulbenkian, destina-se a portugueses que promovam a criação de projetos de empreendedorismo social que façam a diferença nas áreas do ambiente e sustentabilidade, do diálogo intercultural, do envelhecimento e da inclusão social. Para participar apenas é necessário constituir uma equipa que integre um português ou luso-descendente residente no estrangeiro e submeter um vídeo ilustrativo da ideia proposta.

As candidaturas decorrem até ao próximo dia 2 de março e devem ser submetidas através do site www.ideiasdeorigemportuguesa.org/

 
  • «
  •  Start 
  •  Prev 
  •  1 
  •  2 
  •  3 
  •  4 
  •  5 
  •  6 
  •  7 
  •  8 
  •  9 
  •  10 
  •  Next 
  •  End 
  • »



embaixada_front-sm
Contactos
Narvavägen 30-32  2 Tr
115 22 Estocolmo
Suécia
Tel: +46 (0)8 545 670 60
[Ver Detalhe]
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Destaques

There are no translations available.

Portugal ratificou o Tratado sobre de Comércio de Armas

No dia 25 de setembro de 2014 foi alcançado o número mínimo de ratificações ao Tratado sobre o Comércio de Armas (TCA), adotado durante a 67ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas de 2 de abril de 2013. Portugal e Suécia compõem a lista dos 53 países que ratificaram o instrumento e que entrará em vigor a 24 de dezembro deste ano, passando a ser de observância obrigatória para todos os Estados-membros das Nações Unidas que o ratificaram e/ou que venham a ratificá-lo.
 
O TCA estabelece normas para transferência e comercialização de armamentos, no intuito de que os Estados tomem medidas preventivas sobre informações acerca dos locais  e as finalidades a que se destinam os armamentos , proibidas transferências para zonas em que se verifique violações de direitos humanos e inobservância das leis de guerra, por exemplo.

Mais informações aqui.